Qual a melhor alimentação para cães?

Qual a melhor alimentação para cães?

Qual é a melhor ração para o seu cão? Consultámos especialistas para o ajudar a escolher a melhor ração para o seu cão, dentro das várias opções, desde o cru e natural ao orgânico, o enlatado e seco, com ou sem cereais.

Como comprar a melhor comida para cães? Aprenda a ler os rótulos!

Em primeiro lugar e um dos passos mais importantes para descobrir a melhor comida para o seu cão, é através da lista de ingredientes, verifique sempre os três primeiros, pois são os mais críticos. Isso ajudará a determinar se a fórmula da comida é baseada em vegetais como milho e arroz ou baseada em carne como frango, peixe ou cordeiro. Embora cada cão seja diferente, geralmente, dão-se melhor com uma dieta rica em proteínas e à base de carne.

De seguida, analise que tipo de carne é usada na ração. Procure marcas que nomeiem especificamente o tipo de carne, como carne de frango ou cordeiro. Quando só indica carne, pode significar muita coisa, por exemplo, farinha de ossos ou subprodutos da carne que podem vir de qualquer animal. Da mesma forma que "refeição de aves" significa que pode ser qualquer ave. Fique atento!

Os ingredientes também irão destacar um pouco do que deseja evitar. Evite alimentos para cães que incluam: corantes - os cães não se importam com a cor dos seus alimentos, além disso, as cores não significam nada e podem ser tóxicas. Evite também o alto teor de sal (que pode ser usado como conservante), além de outros solventes e conservantes, como propilenoglicol, BHA, BHT e etoxiquina.

Tipos de alimentação para cão que deve considerar

O mercado é amplo e as suas opções também. Poderá encontrar opções de alimentação húmida, seca (com ou sem cereais) e dietas caseiras (BARF).

Alimentação natural para cães

Embora palavras-chave como "natural" não sejam regulamentadas, existem algumas sugestões sólidas que poderá encontrar com o rótulo "orgânico". Com essa etiqueta, a comida de cão é certificada como livre de antibióticos, hormonas sintéticas, pesticidas tóxicos e conservantes.

E pela certificação, os seus ingredientes não podem ser geneticamente modificados, cultivados em fertilizantes químicos ou irradiados.

Ração seca, o que deve saber

Se procura uma ração seca de qualidade para um cão adulto e saudável, deverá verificar as percentagens que a embalagem indica. Siga estas indicações:

  • A ração seca deve ter, pelo menos, cerca de 30% ou 40% de proteína. Embora, normalmente, provenha de apenas um tipo de carne, é benéfico para a sua saúde a variedade entre carnes e inclusive peixe. Se a ração contém os dois tipos de proteína, melhor ainda!

  • No que toca a verduras e frutas, 20% é totalmente aceitável, as gorduras e óleos devem constituir cerca de 10% ou 20% do total da ração do seu cão.

  • A percentagem de cereais na ração deve ser preferencialmente baixa e, se possível, conter arroz (melhor se for integral).

  • Evite rações que tenham conteúdo de milho, pois provocam uma digestão lenta e difícil.

  • Se encontrar a palavra “farinhas” na informação nutricional da ração, então é um indicador de que tanto a carne como as verduras incluem todo o tipo de extras: intestinos, ossos, folhas... uma surpresa! Evite-as.

  • É correto que a ração ofereça entre 200 e 300 Kcal por cada 100 gramas.

  • Evitar subprodutos e das carnes que oferecerem colagénio.

  • A ração favorece o desaparecimento de tártaro nos dentes do cachorro.

  • Opte por rações que tenham condroprotectores (condroitina e glucosamina) que ajudam a prevenir problemas nas articulações e retardam degeneração das cartilagens.

Alimentação húmida

A alimentação húmida é geralmente composta por 3/4 partes de água e é muito bem-aceite pela maioria dos animais de estimação, uma vez que é fácil de mastigar e apetecível. Mesmo assim, não devemos oferece-la diariamente, só de vez em quando.

O que deve conter?

Tal como a ração, a comida húmida deve ter um alto conteúdo de carne e gorduras assim como uma menor proporção de verduras e frutas.

É importante frisar que a comida húmida contém metade das calorias da ração seca tradicional. Mas, também, ajuda na ingestão de líquidos do seu cão, o que reduz o risco de infeções urinárias.

Porquê rações sem cereais?

O fabrico e comercialização deste tipo de rações surgiu da seguinte lógica – “Se os cães descendem dos lobos, que não ingerem cereais, porque deveriam os cães de os comer?”. Parece-lhe uma pergunta pertinente, certo? Na verdade, há outros fatores envolvidos.

Embora o cão descenda do lobo, este evoluiu de forma diferente devido à sua domesticação e convívio com humanos. Isso fez com que houvessem mudanças de hábitos e no corpo do cães, incluindo o processo de digestão.

Mesmo havendo cães intolerantes ao glúten, outra razão pela qual se oferece a ração sem grãos, também é verdade que nem todos os cães devem evitar os cereais.

Estudos recentes confirmam que a evolução dos cães (anteriormente referida) permite que assimilem carbohidratos complexos que os cereais contêm. De facto, desde que os cães começaram a conviver com os humanos, passaram a se alimentar de cereais através da ração e da dieta BARF. 

Rações sem cereais, sim ou não?

A intolerância ao glúten é uma das principais razões para a existência deste tipo de rações, no entanto, há apenas uma linhagem familiar do Setter Irlandês que tem uma doença semelhante à de Crohn, pelo que a intolerância ao glúten depende de muitos fatores.

Já todos sabem que, tal como nos humanos, os carbohidratos engordam e podem causar obesidade, por essa razão são muitos os donos que já escolhem rações sem cereais para ajudar no controlo do peso dos seus animais.

Porém, há algo que tem de ter em conta – Uma ração que não contenha cereais não significa que não contenha carbohidratos, até porque estes são uma parte importante quando se trata de preparar a ração e dar-lhe forma. É como se estivesse a fazer um bolo sem farinha!

E isso é ainda pior, porque os carbohidratos presentes nos cereais são chamados de complexos, ou seja, são naturais e têm fácil assimilação e digestão. O cão pode manter o peso e boa saúda sem qualquer problema através de uma dieta equilibrada e atividade física regular. No entanto, há outros carbohidratos usados nas rações sem cereais que são artificiais e de difícil digestão, que acabam por se transformar em gordura e acontece exatamente o oposto do que se quer.

Os carbohidratos saudáveis estão presentes em alimentos como a batata, batata-doce e leguminosas, como grão-de-bico ou lentilhas. Caso o seu cão não tenha problemas com glúten, estes alimentos podem ser benéficos.

 

E as alergias?

Até ao momento, e como foi anteriormente referido, sabe-se que a intolerância ao glúten foi diagnosticada nos cães de raça Setter, entre os outros tipos de alergias, estima-se que apenas 10% são do tipo alimentar, entre estas, a alergia aos cereais, sendo uma minoria quase impercetível.

Mesmo que, opte por escolher uma ração sem cereais para o seu cão, recomendamos que compre uma marca de alta qualidade - super premium ou ultra premium – que passam por controlos exaustivos e são certificadas.  Lembre-se que uma ração boa e de alta qualidade é sempre uma alternativa para uma dieta equilibrada.

Não poupe na alimentação do seu cão, ofereça-lhe o melhor e poupe nas contas do veterinário mais tarde.

Agora que, já sabe o essencial para escolher o melhor tipo de alimentação para o seu cão, consulte o nosso Guia de Rações Naturais e de Alta Qualidade da Bark&Miau, pensadas para as diferentes etapas de vida do seu cão.

AQUI
👇👇👇👇

  

ACANA

■ Ração ultra premium para cães e gatos

■ Para diferentes fases de vida e raças

■ Opção com ou sem cereais

■ Alta percentagem de carne e peixe frescos

■ Alimentos produzidos no Canadá em quintas locais

■ Wholeprey  e biologicamente apropriada
■ Com condroprotectores

   
LENDA PET FOOD
 

■ Ração super premium para cães

■ Para puppy, cão adulto e sénior

■ Com ou sem cereais

■ Alta percentagem de carne 

■ Com condroprotectores

■ Não contém trigo e soja

■ Utiliza matérias-primas próprias para

Consumo humano (de grau a)

NATUREA
 

■ Ração super premium para cães e gatos

■ Para todas as etapas de crescimento e raças

■ Opção som ou sem cereais, não contém

Milho milho, soja ou glúten

■ Alta percentagem de carne /peixe 

■ Utiliza matérias-primas próprias para

Consumo humano (de grau a)

■ Com condroprotectores

NATUREA MIX & MATCH (FUNCIONAIS)
NATUREA WET DOG FOOD

■ Alimentação húmida para cães para diversos tipos: controlo de peso,

Articulações, pelo, digestão

■ Preparados com carne/peixe frescos

■ Não contém cereais

■ Elevado teor de fibras para efeito saciante

■ Com apenas uma fonte de proteína

 
HÚMIDOS NATURES MENU 

■ Saquetas para cães e gatos

■ Produzidas com ingredientes crus de 1.ª qualidade

■ Cozinhadas a vapor para preservar todos 

Os nutrientes

■ Não contém cereais ou glúten

■ Com 80% de carne apta para consumo humano

■ Não contém farinhas de carne ou subprodutos


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados